Esporte

Paraibano Cara de Sapato chama Brunson de frouxo após cancelamento

10 de agosto de 2018

O paraibano Antônio Cara de Sapato ainda não digeriu o cancelamento de sua luta contra Derek Brunson, que estava marcada para 4 de agosto, no UFC 227, em Los Angeles (EUA). Isto porque o americano alegou uma lesão no olho, que não o permitira lutar nem mesmo em 22 de setembro, no UFC São Paulo, porém, preteriu o brasileiro neste ínterim para encarar o nigeriano Israel Adesanya, no UFC 230, dia 3 de novembro, em Nova York.

Cara de Sapato foi escalado para enfrentar Elias Theodorou em São Paulo, no Ginásio do Ibierapuera. Entretanto, em entrevista ao Combate.com, detonou Brunson.

Cara de Sapato esteve no Instituto de Performance do UFC (Foto: Marcelo Barone)

Cara de Sapato esteve no Instituto de Performance do UFC (Foto: Marcelo Barone)

– Ele mostrou como é frouxo, porque para fazer um negócio desses tem que ser frouxo. Ele falou que estava com um negócio no olho, mas o que acho é que não queria me ver. Falou que estava com uma coisa leve…. Como está com uma coisa leve, sai da luta cinco semanas antes do evento e não podia nem lutar 22 de setembro, quando faltavam três meses pela frente? Acho que ele foi frouxo mesmo essa oportunidade, ele sabia que seria finalizado. Nas últimas cinco lutas, ele perdeu três, então acho que era esse o medo dele, sair com mais uma derota. Está procurando por luta fácil. Essa é a minha visão. Infelizmente, porque está mais bem posicionado do que eu no ranking.

Embora esteja com Brunson atravessado na garganta, o faixa-preta de jiu-jítsu está focado em Theodorou, de olho na sexta vitória seguida.

– Ele é um cara difícil de estudar, porque ele soca com uma mão, chuta com a mesma, tem um estilo bem diferente. Isso complica um pouco o estudo para fazer um planejamento de jogo. A gente conseguiu ver brechas. Ele tem um bom ritmo de luta, mas não tem aquele poder de nocaute. Vamos trabalhar em cima disso. Ele se movimenta muito, vamos tentar abafar, chegar no chão, que é minha área, onde eu me sinto confortável. Eu quero mais uma finalização. É a segunda maior sequência de vitória da categoria, perdendo apenas para o campeão e espero me encontrar com ele muito em breve.

Questionado se toparia ser ring boy – como seu adversário já o fez – Cara de Sapato despistou, bem humorado.

– Não é muito meu estilo, não (risos). Eu vi que ele busca fazer várias coisas, tem uns trabalhos como ator, é um cara que, além de trablahar detnro do octógono, faz muita coisa fora. É bacana isso, mas não é am inha,ão. Deixa para as meninas, é melhor com elas.

UFC São Paulo
22 de setembro de 2018
CARD DO EVENTO (até o momento):
Peso-meio-pesado: Jimi Manuwa x Glover Teixeira
Peso-meio-médio: Neil Magny x Alex Cowboy
Peso-meio-pesado: Rogério Minotouro x Sam Alvey
Peso-galo: Renan Barão x Andre Ewell
Peso-galo: Ketlen Vieira x Tonya Evinger
Peso-meio-médio: Serginho Moraes x Ben Saunders
Peso-médio: Antônio Cara de Sapato x Elias Theodorou
Peso-meio-pesado: Luis Henrique KLB x Ryan Spann
Peso-palha: Lívia Renata Souza x Alex Chambers
Peso-meio-médio: Elizeu Capoeira x Belal Muhammad
Peso-leve: Francisco Massaranduba x Evan Dunham
Peso-médio: Thales Leites x Hector Lombard

Combate