Esporte

Racing faz alerta a torcedores sobre gritos de macaco no Brasil: “Delito racial”

12 de fevereiro de 2019

Em comunicado publicado em seu site oficial, o Racing alerta seus torcedores para que evitem gestos ou xingamentos que façam alusão a macacos no confronto com o Corinthians, quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), na Arena Corinthians, na estreia dos clubes na Sul-Americana.

– Se constitui um delito racial fazer gestos de macaco ou dizer “macacos” a torcedores locais dado que, no Brasil, é um delito assimilar uma pessoa a um animal – diz o comunicado.

O clube alerta que a Polícia Militar poderá deter torcedores que praticarem atos racistas e lembra que todo o estádio é monitorado por câmeras de segurança.

– As consequências podem ser severas tanto para o clube – penalização econômica – como para as pessoas implicadas – antecedentes policiais e/ou judiciais, impossibilidade de sair do Brasil, multas elevadas e gastos judiciais.

O Racing informa ainda algumas determinações dos órgãos de segurança do Brasil, como a proibição do uso de máscaras, instrumentos musicais, bandeiras maiores que 1 x 0,5 metros, bandeiras com temas políticos, iluminação a laser e rolos de papel higiênico. É proibido ainda fumar e apresentar estado de embriaguez ou estar sob efeito de drogas.

Adversários na primeira fase da Sul-Americana, Corinthians e Racing voltam a se enfrentar após dois anos. Em 2017, cruzaram-se nas oitavas de final, com classificação do time argentino.