Esporte

Vinicius Júnior perdoa Felipe Melo por entrada violenta: “Meu paizão”

14 de junho de 2018

O empate entre Palmeiras e Flamengo em 1 a 1, nesta quarta-feira, na Arena Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro, ficou marcado por uma arbitragem polêmica. O jogo acabou com seis expulsões, três de cada lado. E Felipe Melo, que deveria ter sido expulso por entrada fortíssima em Vinicius Júnior, só levou amarelo.

Após a partida, Vinicius Júnior perdoou Felipe, a quem considera um amigo.

“Não discuti com o Felipe (Melo), é meu amigo, meu paizão. Mas ali o jogo esquentou muito, o juiz acabou não controlando, deixou rolar. Só dava falta para um lado”, disse Vinicius, ainda em campo.

“Acabou chegando um pouquinho forte, mas é do jogo… mas acho que tinha que ter expulsado…”, acrescentou o garoto na zona mista.

Já o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, não perdoou o volante revelado pelo Rubro-Negro, nem o árbitro.

“Podíamos ter ganho se não fosse a arbitragem… parece que faz parte do pacote… toda vez que a gente vem aqui, é isso… Recuperamos a tradição (de sermos prejudicados)… é ridículo o Felipe Melo não ter sido expulso, lance covarde, em cima de uma criança… Era pra ter saído de camburão”, disse Bandeira, também na zona mista.

“Como estavam sem goleiro (depois das expulsões), esqueceu dos outros três minutos de acréscimo… não dá pra ficar calmo”, finalizou o mandatário do Flamengo.

Extra