Paraíba

Prefeitura de João Pessoa oferta assistência completa à saúde das crianças

11 de outubro de 2018

É durante a infância que grande parte das capacidades humanas são desenvolvidas, por isso ter uma rede assistencial com acompanhamento em todas as fases para todas as situações é fundamental para o crescimento saudável do futuro da população. Na Capital, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria de Saúde (SMS), oferta uma assistência completa à saúde das crianças.
O Sistema Único de Saúde (SUS) da Capital dispõe de uma rede integral para o atendimento de crianças e adolescentes. São ações e serviços exclusivos de saúde voltados ao cuidado desse público, desde a atenção básica até a rede hospitalar passando pela atenção especializada, começando pelo o momento que a gravidez é descoberta, com o atendimento das gestantes e a realização do pré-natal.
“A Secretaria de Saúde tem se destacado por oferecer ações no âmbito da prevenção da saúde da criança, garantindo ações que são estabelecidas pelo Ministério da Saúde, acompanhando a caderneta da criança regularmente, o que tem gerado uma melhora no perfil epidemiológico dessa faixa etária”, destaca o sanitarista da área técnica da Saúde da Criança, Edgar Tito.
Ao longo de todo o ano, são realizadas diversas ações visando a qualidade na saúde de crianças e adolescentes, como a prevenção da violência contra a criança e o adolescente, identificação e tratamento de doenças como anemia, icterícia, diarréia, parasitoses, insuficiência respiratória aguda, tuberculose e hanseníase, acompanhamento das condições de saúde bucal do bebê, da criança e do adolescente, avaliação das condições de saúde, avaliação nutricional e promoção da alimentação saudável, avaliação da acuidade visual, promoção da saúde sexual e reprodutiva, identificação de evasão escolar, entre outros.
A rede de cuidados começa na Atenção Básica com o pré-natal, oferecendo uma atenção integral com monitoramento da gestação, o risco ao nascer e acompanhamento do processo de crescimento e desenvolvimento da criança, além do cuidado realizado pelas Equipes de Saúde da Família nas Unidades de Saúde.
Já na Atenção Especializada, crianças e adolescentes podem ser atendidOs pelas Policlínicas, nos Centros de Especialidades Odontológicas (Ceos), Centro de Atenção Psicossocial (CapS) e no Pronto Atendimento em Saúde Mental (PASM). Além desses serviços, esses usuários também podem utilizar os serviços de “porta aberta”, que são as Academias da Saúde, projeto João Pessoa Vida Saudável e o Consultório na Rua, que atende pessoas em situação de rua.
Na Rede Hospitalar o serviço é disponibilizado na maternidade Cândida Vargas, que possui o título de Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC), indicativo de qualidade no ambiente hospitalar; no Hospital Municipal do Valentina (HMV), referência no atendimento clínico de pediatria da Rede Municipal de Saúde; no Complexo Hospitalar de Mangabeira Governador Tarcisio Burity (Ortotrauma), nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e pelo Samu.
Nutrição – Para evitar a desnutrição ou carência de nutrientes, a SMS acompanha as crianças, através dos nutricionistas presentes na rede municipal, e, quando necessário, realiza a suplementação de ferro e vitamina A na dieta infantil. Além do programa NutriSus, que consiste na adição direta de nutrientes em pó à alimentação oferecida às crianças de seis meses a três anos e 11 meses nas creches da rede municipal através do Programa Saúde na Escola.
Saúde na Escola – O programa acontece em parceria com a Secretaria de Educação e Cultura (Sedec) e realiza ações de avaliação nutricional, triagem visual (aplicação do teste de Snellen), sondagem para o teste do olhinho, cuidados e orientações em saúde bucal e atividades educativas sobre três temas que despertam muitas discussões: segurança alimentar e nutricional, promoção da cultura de paz e álcool e drogas, nas escolas públicas de João Pessoa.
Imunização – Dentro do que é estabelecido pelo SUS, a SMS oferece as vacinas que fazem parte do calendário das crianças. São elas: BCG, Hepatite B, Penta, VIP, VOP, Pneumocócica 10, Rotavírus, meningocócica C, hepatite A, Tríplice viral, Tetra Viral, Varicela e HPV.
Maternidade Cândida Vargas – O Instituto Cândida Vargas (ICV) é considerado referência em maternidade na Paraíba e um dos melhores hospitais na área no Nordeste. Além de trabalhar na realização do parto, o ICV é a referência para a realização de pré-natal de alto risco, onde a mãe e o bebê recebem um acompanhamento especial no Instituto.
Para as mães que desejam ter seu filho de forma natural, há um programa de acompanhamento e preparação para o parto normal. Uma equipe com fisioterapeutas e psicólogos informa a mãe sobre pré e pós-parto e oferece um curso de primeiros cuidados com o bebê.
O ICV também conta com o Banco de Leite Zilda Arns, que recebe doações de mulheres saudáveis e que possuem excesso de leite e ajudam as mães que não conseguem amamentar.
Hospital do Valentina – Atende exclusivamente a crianças e adolescentes, desde os casos mais simples aos de maior gravidade. A unidade hospitalar conta com uma moderna UTI Pediátrica para atendimento especializado de crianças que necessitem da assistência intensiva. A Unidade de Terapia Intensiva do HMV dispõe de 10 leitos com aparelhos de última geração para oferecer um atendimento humanizado aos usuários.
A unidade hospitalar é referência para atendimento clinico de pediatria da rede municipal de saúde, compondo a rede de urgência e emergência na linha da assistência às crianças, junto ao Hospital Arlinda Marques, Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, o Hospital Universitário e as maternidades que fazem a parte dos atendimentos neonatal, Frei Damião, Edson Ramalho e o Instituto Cândida Vargas.
Caps I – Infanto Juvenil Cirandar – O centro é referência para crianças e adolescentes com transtorno mental severo ou persistente, autismo, usuários que fazem uso de álcool e outras drogas.
Atualmente, 480 crianças e adolescentes, a partir dos três anos de idade completos até 18 incompletos, são acolhidos pelo serviço, que oferece assistência individualizado com psiquiatras especialistas, psicologia, terapeuta ocupacional, grupos terapêuticos com uma equipe multiprofissional, grupos terapêuticos familiares. O serviço realiza também a dispensação de medicamentos psicotrópicos, consulta de enfermagem, oficinas de artes e musicoterapia.
As crianças ficam no Caps e recebem o tratamento no horário oposto ao da escola para que a educação não seja prejudicada.

Secom-JP