Policial

Dois dos três acusados de assassinar Vivianny vão a júri popular nesta quarta

16 de Maio de 2018

Dois dos três acusados do assassinato de Vivianny Crisley vão a júri popular a partir das 13h desta quarta-feira (16) no Fórum de Santa Rita, na região metropolitana de João Pessoa. O júri de Fágner das Chavas e Jobson Barbosa estava marcado, juntamente com o de Allex Aurélio, para o dia 28 de fevereiro, mas foi adiado para esta quarta-feira devido à troca de defensores públicos por advogados particulares, que alegaram precisar de mais tempo para tomar conhecimento do processo. Na época, apenas Allex Aurélio foi julgado e condenado a 26 anos de prisão em regime fechado.

A vítima tinha 28 anos quando foi vista pela última vez, na noite do dia 20 de outubro de 2016, na saíde de um bar na Zona Sul de João Pessoa. Seu corpo foi encontrado carbonizado no dia 7 de novembro do mesmo ano, em uma mata no município de Bayeux. De acordo com declarações do trio suspeito de matar a jovem, a vítima foi assassinada “porque gritou”.

Como forma de protesto contra o assassinato da jovem, o Núcleo Gertrudes Maria, organização de defesa dos direitos das mulheres, iniciaram a campanha #JustiçaparaVivianny nas redes sociais e com faixas nas ruas. O objetivo é pedir punição para os assassinos.