Política

Luiz Couto é investigado pelo MPF por doações irregulares na campanha de senador

07 de dezembro de 2018

O deputado federal e candidato derrotado na disputa pelo Senado Federal nas eleições deste ano, Luiz Couto (PT) está sendo investigado por suposto recebimento de doações irregulares durante o período da campanha. O Ministério Público Federal instaurou um Procedimento Preparatório Eleitoral para apurar possíveis irregularidades nas contas do parlamentar petista.

Por meio de portaria publicada no Diário da Justiça Eletrônica e assinada pelo procurador Sérgio Rodrigo Pimentel, o MPF afirma que foi encontrada uma inconsistência na doação de campanha por parte de uma pessoa cuja renda formal conhecida não é compatível com o valor doado.

Além da grande concentração de doadores no quadro de funcionários de uma mesma pessoa jurídica, que segundo o procurador, revelaria indício de doação indireta por pessoa jurídica.

As possíveis irregularidades foram apontadas após a análise do Sistema de Investigação de Contas Eleitorais, através do módulo ‘conta suja’.

A partir de agora, a portaria será comunicada à Procuradoria-Geral Eleitoral e serão cumpridas diligências para apurar o caso. Luiz Couto disputou a uma das vagas ao Senado Federal na chapa encabeçada pelo governador eleito da Paraíba, João Azevedo (PSB).